Idiomas

-A +A

Gerenciamento de Ações

Intercâmbio Brasil-Europa para sustentabilidade apresenta resultados na Conferência da ONU, no Equador

29/11/2016
Tags: 8ª Convocatória, Ciência e Tecnologia, MCTIC, DG para Investigação e Inovação

Este mês, durante a Conferência das Nações Unidas Habitat III, realizada em Quito, no Equador, Birgit De Boissezon e Ugo Guarnacci, da Direção-Geral para Investigação e Inovação da Comissão Europeia, e a Consultora Niki Frantzeskaki apresentaram os resultados do “Intercâmbio Brasil- Europa na Temática de Tecnologias Inspiradas na Natureza para Cidades Sustentáveis”. A ação foi realizada no âmbito da 8ª convocatória do Projeto Apoio aos Diálogos Setoriais União Europeia-Brasil, iniciativa dirigida pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) e pela Delegação da União Europeia no Brasil (Delbra).

“A Conferência em Quito foi uma oportunidade ímpar de se debater e detalhar uma Agenda Urbana Global a ser contextualizada para cada cidade de forma que governos de todo o mundo possam promover um novo modelo  de desenvolvimento urbano capaz de integrar todas as facetas do desenvolvimento sustentável e, assim, promover maior equidade, justiça, qualidade de vida e prosperidade compartilhadas”, destaca Cristiano Cagnin, Pesquisador do Centro de Gestão de Estudos Estratégicos (CGEE), instituição brasileira responsável pela condução do intercâmbio, subordinada ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC),

Ainda segundo ele, a aproximação ocorrida entre o programa Tecnologias para Cidades Sustentáveis do MCTIC e a Direção-Geral para Investigação e Inovação da Comissão Europeia, por meio do Projeto Diálogos Setoriais, tem revelado um amplo leque de possibilidades de cooperação.

A ação já compreendeu a realização da Conferência Internacional, organizada pelo CGEE em 2015, uma missão iniciada com a participação na Green Week, em Bruxelas, na Bélgica, e apresentou uma série de iniciativas relacionadas à urbanização sustentável por parte da Comissão Europeia e do Brasil. “Finalmente, os resultados dos Diálogos Setoriais foram apresentados e debatidos na Conferência Habitat III”, completa Cagnin.

“A interação bastante profícua entre o MCTIC, o CGEE e a Comissão Europeia no tema “Soluções Baseadas na Natureza e Renaturação de Cidades” revela a importância da troca de experiências e da convergência de esforços em torno de questões diretamente relacionadas à preservação dos recursos finitos do planeta e ao legado civilizatório deixado às próximas gerações”, finaliza.